5 mulheres para você se inspirar a passar pela transição capilar!

Por conta da pandemia do Covid-19, o processo de desconstrução s padrões femininos impostos pela grande indústria da beleza, conquistou ainda mais força, afinal, o mundo precisou se voltar para dentro de si e ressignificar o normal em que vivia. A transição capilar ganhou força durante o isolamento e um dos grandes motivos, porque diversas mulheres se viram sem acesso aos salões, que por sua vez acabaram tendo que abandonar as químicas no cabelo.


No entanto, passar pela transição capilar não significa apenas abandonar químicas alisadoras e aceitar os fios naturais, é também uma nova forma de se enxergar. Aceitar os fios naturais é enaltecer a beleza real de cada mulher como parte da beleza plural existente em cada indivíduo. Ao decidir passar por essa mudança, é importante destacar que é um momento delicado, de aceitação e paciência. Lidar com diferentes curvaturas, enquanto está no processo, exige tempo e cuidados especiais. Por isso, nós separamos algumas mulheres fortes e empoderadas para te inspirar a passar por isso e fazer com que esse processo seja mais leve para você!


Juliana Paes

A Juliana Paes viveu esse processo de transição durante 5 anos. Acredite! No começo de 2020, estava com cabelos longos e ondulados. Depois, conseguiu chegar aos bem cacheados. Ela contou, no programa “Saia Justa”, do GNT, que precisou esperar o cabelo nascer desde a raiz e foi cortando as pontas com química e deixando o cacheado aparecer.


Lellê

“Dê uma chance ao seu cabelo natural, você pode adorar”. Essa foi a fala da cantora e atriz Lellê, que contou ter usado química no cabelo desde os seis anos. A artista também relata que tinha se tornado “escrava” da chapinha e da escova por tentar se adequar à ditadura do cabelo liso. Ela conseguiu assumir seu cabelo natural aos 15 anos, mas ressalta que o processo não foi fácil.


Vitória Falcão

“Foi toda uma história até eu entender meu cabelo. Hoje, a gente se dá muito bem”, relata a cantora Vitória Falcão, da dupla Anavitória. O cabelo crespo e volumoso dela nem sempre foi assim. Seus fios começaram a ser alisados aos 11 anos e continuaram até os 17. A decisão de deixar os fios naturais veio por meio do incentivo de uma amiga que estava passando pela transição capilar. “Foi toda uma história até eu entender meu cabelo. Hoje, a gente se dá muito bem”, conta a artista.


Maísa

Maísa começou sua transição capilar em junho de 2018. Apesar de ter parado com a progressiva há muito tempo, por conta do trabalho, precisou continuar usando a chapinha e o babyliss, além das colorações, o que deixou o processo de mudança no visual mais demorado. Em 2020, a atriz fez seu primeiro big chop e hoje tá super feliz com o novo look, compartilhando várias fotos lindas em suas redes sociais.


Iza

Assim como a Juliana Paes, a cantora vivenciou esse processo durante cinco anos até que conseguisse revelar o seu o cabelo natural. Em abril de 2019, IZA postou no Instagram uma foto com seus cachos pela primeira vez e ressaltou que a paciência foi extremamente importante neste processo. Essas são algumas, entre outras tantas mulheres incríveis e empoderadas que já passaram por esse processo, pra você poder se inspirar a começar a passar por essa transformação! Lembrando que o uso de produtos adequados são essenciais para o seu novo cronograma capilar. O Meu Q te auxilia na criação de fórmulas personalizadas que vão evoluindo com seu cronograma e te acompanhando em cada etapa deste processo. Sempre que precisar, nosso time está à disposição para tirar todas as suas dúvidas. Aproveite para conhecer mais uma versão de você!


Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!

Siga-nos no Instagram

  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram