Novas tendências na pandemia: white is the new black!

“Meu rosto e meu corpo carregam todas as minhas lembranças. Por que eu deveria apagá-las?” Como já dizia Diane Von Furstenberg – mulher, estilista e economista – envelhecer é um processo natural da vida e deveria ser encarado com mais naturalidade. Por conta da pandemia que estamos vivendo, diversos movimentos de desconstrução têm ganhado força, resultado de um momento de grande reflexão e ressignificação do que é considerado “normal”. Dentre eles, um dos que mais chama atenção é, sem dúvidas, a desconstrução do que é socialmente aceito ou não quando falamos da imagem da mulher.

Assumir os cabelos brancos sempre foi um tabu, muitas vezes encarado como desleixo e envelhecimento da mulher. No entanto, por conta do isolamento social e da falta de acesso aos salões, a pandemia acabou naturalizando esse processo. Ao ficarem meses sem sair de casa, muitas mulheres tiveram o primeiro contato com seus fios brancos e muitas delas resolveram experimentar um novo visual, que se tornou não apenas uma tendência, mas um ato de autocuidado e de amor próprio

A resistência vinha acompanhada da falta de referência de mulheres à volta que tivessem feito a mesma escolha. No entanto, nas redes sociais, o movimento de mulheres que assumem os cabelos grisalhos ou que aderiram aos fios brancos cresceu e, hoje, a hashtag #greyhair possui mais de 2 milhões de publicações no Instagram.

O cabeleireiro Daniel Lacerda ressalta que, durante a quarentena, as mulheres começaram a ter outra relação não só com o cabelo, mas com cuidados pessoais. Além disso, o mercado de beleza foi um dos que mais cresceu e, praticidade e simplicidade, se tornaram as palavras mais usadas do momento nos salões de beleza - é quase como se fosse um novo lifestyle minimalista traduzido para os fios. Segundo ele, o desleixo começa quando tanto a mulher quanto o homem entendem que o cabelo branco, por ser natural, não necessita de tantos cuidados; porém, o branco é mais seco, a textura é mais arrepiada e, portanto, deve existir o dobro de hidratação e nutrição. Da mesma forma que a pele envelhece, o cabelo também envelhece.

É claro que aceitar os fios brancos vai além da questão estética, pois o tempo é essencial na ressignificação de todos os padrões impostos e criados pela própria sociedade. As mulheres já são poderosas por si só e a pandemia trouxe a liberdade para elas transcenderem esse poder. Brancos, grisalhos, coloridos ou descoloridos, o ingrediente especial é respeitar o processo e estar feliz com você mesma.


Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!

Siga-nos no Instagram

  • Facebook
  • Instagram
  • Facebook
  • Instagram